Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 03-02-2023
    Momento Cremesp
    Cremesp promove conversa sobre prerrogativas médicas com os médicos de Franca e região
  • 01-02-2023
    Momento Cremesp
    Cremesp ouvirá médicos de Franca e região sobre prerrogativas médicas, honorários e pagamento de Anuidade
  • 01-02-2023
    Estudo
    Cremesp realizará pesquisa institucional com médicos selecionados por critérios estatísticos
  • 26-01-2023
    Evento
    Cremesp presta homenagem a médicos por 50 anos de exercício profissional, em Araçatuba
  • Notícias


    11-01-2023

    Nota de repúdio

    Cremesp repudia veementemente fala do médico sanitarista Gonzalo Vecina Neto sobre o "Mais Médicos" e a Lei do Ato Médico

    O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) vem a público manifestar seu repúdio em relação à fala do médico sanitarista Gonzalo Vecina Neto sobre o “Mais Médicos” e a Lei do Ato Médico, durante o programa Jornal da Cultura, veiculado no último dia 4 de janeiro.

    De acordo com Vecina, algumas das possíveis soluções para suprir a “carência de médicos, sobretudo em regiões periféricas”, seriam a retomada do programa “Mais Médicos” e a autorização para que enfermeiras possam realizar atividades que, por Lei, são privativas aos médicos, uma vez que, segundo o mesmo, “elas têm conhecimento e técnica para isso, sendo a Lei do Ato Médico uma grande bobagem”.

    O Cremesp defende que a assistência médica deve ser acessível a todos, mas que a qualidade do atendimento não pode ser condicionada ao poder aquisitivo dos pacientes. O que deve ser observado e, principalmente, exigido, é que sejam profissionais adequadamente graduados e capacitados para prestar atendimento à população.

    Em relação a programas de fixação de médicos em locais ditos periféricos, a preocupação da Autarquia é a de que profissionais formados no exterior, sejam eles brasileiros ou não, tenham seus conhecimentos e grade curricular avaliados e, sobretudo, revalidados, de acordo com as leis vigentes no País — do contrário, corre-se o risco dos malefícios se sobreporem aos possíveis benefícios. Por isso, o Cremesp defende a carreira de Médico de Estado, por ser a melhor alternativa para fixação de médicos em locais de difícil acesso.

    Por fim, o Cremesp, como defensor da boa Medicina, da saúde e segurança da população, reitera a importância da Lei do Ato Médico, que deve ser respeitada por todos os profissionais de saúde — que devem se propor a fazer somente o que for de sua matriz de competência — por ser um fator determinante na garantia da proteção da sociedade — algo que, aparentemente, é ignorado e banalizado por Vecina.


    Este conteúdo teve 58934 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2023 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 174 usuários on-line - 58934
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior

    O CREMESP utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no site implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Cookies do CREMESP. Saiba mais em nossa Política de Privacidade e Proteção de Dados.